sexta-feira, 19 de maio de 2017

Never say never

Estou passando por aqui pra dizer que estou na academia já faz pouco mais de 02 meses/ 10 semanas/ horas de treinos intermináveis/ litros de suor/ milhares de causos pra contar.

Uau Priscila, mas não era você que dizia que nunca faria academia porque morre de vergonha e que só faria pilates pro resto da sua vida e blá, blá, blá?

Pois é amiguinho, eu sei! rs  Pra começo de conversa eu não deixei de pilatear e juro que já aprendi a lição: 






Mas o foco de hoje não é a minha experiência na academia, apesar de estar ♥in love♥. O que quero deixar registrado mesmo é um momento único/ inigualável/ incomparável que aconteceu na semana passada.

"Eu estava toda empolga, feliz e dedicada fazendo meus 10 minutinhos de esteira antes do treino. Entre uma música e outra da minha playlist "workout songs" - sim, eu tenho até playlist pra malhar-  tentei dar aquela olhadinha marota no espelho e fui surpreendida ao ver o rapazinho da esteira ao lado dando uma CATARRADA MONSTRA/ BELA CUSPIDA na esteira e dando uma olhadinha pra ver se o 'negócio' rolava pra debaixo do aparelho. Ainda bem que eu estava segurando no apoio que fica na esteira, porque juro que precisei de um suporte extra pra continuar em pé...rs 
E qual a pior parte desta cena? N-I-N-G-U-É-M VIU NADA, só euzinha! Imagine só você nesta situação sem poder compartilhar nem ao menos um sorrisinho com alguém? Pois é, not easy! O Rapaz seguiu a vida dele como se N-A-D-I-N-H-A tivesse acontecido e eu tentei fazer o mesmo, sem tanto sucesso, eu acho. hahaha"


Eu antes de ver o que vi

Qual a moral da história?
A academia pode ser um lugar muito mais interessante que você imagina!

Um abraço,

P!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!